26.10.2021  Sem categoria

5 erros mais comuns de quem está começando a estudar um novo idioma

Você já se questionou o que realmente é necessário para ser fluente no inglês? Aprender a língua deixou de ser apenas um pré-requisito empregatício para se tornar algo fundamental na rotina das pessoas.

Consumimos o inglês nas redes sociais, nas compras em aplicativos, música, séries, livros, sistemas operacionais, entre outros diversos lugares que nem sempre tem tradução disponível.

Porém, para ficar craque no inglês e evitar passar dificuldades, é preciso, inicialmente, dominar algumas técnicas e saber algumas informações para percorrer o melhor caminho dos estudos, tirando o máximo de proveito do aprendizado.

Algumas pessoas cometem falhas básicas na hora de iniciar os estudos na língua inglesa. E por isso, trouxemos para vocês os 5 erros mais comuns de quem está começando a estudar um novo idioma – para você passar bem longe deles – confira!

5-erros-mais-comuns-de-quem-está-começando-a-estudar-um-novo-idioma-estudos
5-erros-mais-comuns-de-quem-está-começando-a-estudar-um-novo-idioma-estudos

  1. É preciso ter objetivo
    Antes de iniciar o aprendizado na língua inglesa, é fundamental você ter um motivo preestabelecido para querer dedicar um tempo aos estudos no novo idioma. Se questione sobre o porquê desse investimento: melhorar o currículo, conseguir o emprego dos sonhos, fazer um mestrado ou doutorado fora do Brasil? Qual é o real foco dos estudos?
  2. Fluência em poucos meses
    Quem não gostaria de estudar e em seis meses, por exemplo, sair conversando tranquilamente em inglês? Porém, sabemos que não é assim, mesmo para aquelas pessoas que têm bastante facilidade de aprendizado. Cada idioma é um novo mundo para ser explorado, com cultura, hábitos, pronúncia, termos e gírias diferentes. A fluência exige tempo e muita dedicação.
  3. Pronúncia perfeita
    Ao aprender um novo idioma, observamos que as palavras têm sons distintos ao que estamos habituados e com o inglês acontece a mesma coisa.
    Tentar falar igual aos nativos é um grande erro, pois, assim como os estrangeiros não conseguem falar e compreender todos os dialetos do Brasil, por que você acha que vai conseguir entender e falar idêntico a eles? Com a prática é possível chegar muito próximo da pronúncia, mas não se cobre tanto para conversar idêntico, combinado? O fundamental é conseguir se comunicar.
  4. Não praticar
    Ao iniciar os estudos em inglês, a pessoa fica tão ansiosa para sair por aí falando o idioma, que se esquece de escrever, ler, ouvir e pensar em inglês. Sim, pensar!
    Escutar em inglês é fundamental para que você entenda de forma mais fácil a pronúncia das palavras. Escrever te estimula a pensar na língua inglesa. E ler te auxilia a adquirir um vocabulário e a formar frases.
  5. Os estudos nunca param
    Mesmo depois que o curso terminar, é importante continuar praticando. Quantas vezes você já parou e pensou: como é que escreve essa palavra em português mesmo? É com X ou CH?
    Se até na sua língua nativa você esquece a forma que escreve uma palavra, imagine um novo idioma?! Por isso, o aprendizado da língua inglesa não findará após alguns meses ou anos de curso. Como todo estudo na vida, o aprendizado de uma nova língua é contínuo.

5-erros-mais-comuns-de-quem-está-começando-a-estudar-um-novo-idioma-pronúncia
5-erros-mais-comuns-de-quem-está-começando-a-estudar-um-novo-idioma-pronúncia

Para aqueles que querem aprender inglês é preciso praticar! Como você viu em nosso conteúdo de hoje, existem diversos erros para evitar quando decidimos aprender um novo idioma.

Se você tem as suas metas bem definidas e sabe que quer começar a estudar a língua inglesa, vem para a Talken! Temos os melhores métodos e o curso ideal para te ajudar em seu objetivo.

ASSINE NOSSO NEWSLETTER