07.06.2019  Culture

Como se preparar para uma entrevista de emprego em inglês?

Como se preparar para uma entrevista de emprego em inglês?

As melhores vagas no mercado de trabalho atualmente exigem conhecimento da Língua Inglesa. A fluência ou a fala e compreensão avançadas são um diferencial e, para alguns cargos, uma necessidade. Com um mercado mais global e com cada vez mais tecnologia, falar e compreender o inglês é mandatório.

O primeiro passo para conquistar as melhores vagas de emprego é mostrar seu conhecimento e causar uma boa impressão logo no primeiro contato. Por vezes, a barreira da língua nos causa nervosismo, mesmo que a gente domine o idioma.

Para evitar a tensão e eventuais “brancos”, a Talken preparou para você uma série de dicas para você falar o inglês autêntico em uma entrevista de emprego:

  1. Esteja pronto para as oportunidades: Mantenha o aprendizado da língua ativo. Leia notícias em inglês, escute músicas prestando atenção nas letras, assista filmes/séries legendados em inglês. Pode ser, inclusive, que o entrevistador te faça perguntas sobre atualidades, filmes e sobre seus interesses. Por isso é bom estar preparado!
  • Quando a entrevista é um diálogo: O entrevistador e você devem estar livres para proporem assuntos. Haverá uma pauta, mas muitas vezes um tema pode ganhar outros caminhos. Se você deixar a conversa fluir e desempenhar bem no inglês, não passará a impressão que decorou apenas algumas frases e quer seguir por um caminho de maior conforto.
  • Falar sempre o suficiente: Não extrapole na fala. Responda o necessário de forma clara e com o tempo que precisar. Tome cuidado também para não falar muito pouco. Falar pouco não quer dizer que você terá menos chances de errar, pelo contrário, essa técnica pode deixar suas respostas sem contexto ou rasas, o que pode ser ainda pior para o avaliador.
  • Não decore: Evite frases prontas sobre as perguntas mais realizadas em entrevistas. Naturalidade e compreensão dos contextos são aspectos dos mais importantes em um processo seletivo. Novamente, entenda a entrevista como um diálogo, com proposição de ideias e trocas significativas.
  • Manias e vícios: Tome cuidado com vícios de linguagem. Ao assistirmos seriados/filmes nos deparamos com gírias e linguagem coloquial. Precisamos entender também o contexto. Termos como “so”, “then”, “you know” soam como vícios de linguagem em português, como “tipo”, “né”, “entende”? Observe na sua fala se você está repetindo muito esses termos e os usando como muletas.
  • O ambiente é business: Tenha postura adequada ao contexto. Esse não é o momento para perguntar o que o entrevistador achou do seu nível de inglês. Além disso, pesquise e estude vocabulário business. Dependendo da sua área de atuação, alguns termos podem ser muito específicos.
  • Presente + Passado + Futuro: Capriche no uso dos tempos verbais. Às vezes, o nervosismo e a falta de preparação fazem com que o candidato utilize somente o tempo presente em sua fala.
  • Não minta: Sempre evite enganar sobre seu nível de inglês. O avaliador vai compreender e fazer a leitura correta sobre a sua fluência. Indique sempre o nível que você de fato tem e, caso a vaga dos seus sonhos exija um nível superior, ponha a mão na massa e vá em busca de seus objetivos!

Dicas Bônus:

Você sabe quais as perguntas mais recorrentes em entrevistas de emprego? Confira abaixo:

“Tell me about yourself”

Fale sobre você é uma pergunta que provoca calafrios, certo? Vá direto ao ponto. Fale sobre sua formação, sua atuação profissional no passado e atual. Conte um pouco de sua família e também de seus gostos pessoais.

“Weakness and Strengths”

É a pergunta clássica, quais suas qualidades e defeitos? Pense sempre na relevância das suas qualidades para o cargo em questão e, se possível, explique como na prática você promoveu essas qualidades.

Quando o assunto for os defeitos, evite aqueles que não são defeitos. Dizer que você é ansioso e exageradamente organizado não quer dizer muita coisa. O mais importante aqui é mostrar autoconhecimento e como você pode superar e trabalhar suas dificuldades. Todos temos defeitos.

 Accomplishments:

E quais as suas conquistas? Pense primeiramente nas coisas que você já realizou. Muitas vezes damos pouca importância a algumas conquistas, algo que parece pequeno significou para você um processo de grande superação e representatividade. Lembre-se: na sua vida você pode ser um empreendedor, mesmo sem ter uma empresa. Empreender é fazer acontecer! Valorize suas conquistas, sejam elas profissionais ou não, o entrevistador ouvirá interessado.

Education Background:

Mantenha a simplicidade. Responda primeiro o que é mais básico e se estiver confortável desenvolva. Esse tema gera muitas perguntas e respostas e facilita o diálogo.

And about this position?

A pergunta mais objetiva sobre a vaga em questão. Por que você se acha adequado para essa função?

Falar somente das suas ambições não fará sentido. Comprove com um histórico, dados e fatos o que você já fez acontecer nessa área. Além disso, cada vez mais as empresas analisam o perfil dos profissionais. Sua personalidade se encaixa nesse perfil de empresa? Pense nisso antes da entrevista.

What do you do in your free time?

E no seu tempo livre, quem é você? Como falamos na questão anterior, o seu perfil deve fazer sentido para a empresa e vice-versa. Isso é muito importante para a manutenção do clima organizacional, aspecto que impacta diretamente na produtividade. E o clima é um derivado do fit dos profissionais com a cultura da empresa. Dependendo do segmento, algumas formas de atuação são bem vistas, em outros não. Pesquise o mercado e o mais importante: conheça você mesmo!

Work Style:

Como é sua forma de trabalhar? Fale dos processos, como gosta de agir, como trabalha sua rotina e seus exercícios para ser produtivo. E o mais importante: honestidade sempre.

A Talken está sempre à disposição para tirar dúvidas e apoiar nossos alunos em todos os seus momentos de vida!

ASSINE NOSSO NEWSLETTER