27.05.2019  International

Intercâmbio, como funciona?

Sair do país para estudar é um grande desafio, o qual não se concretiza sem o devido planejamento. O período de nossa formação acadêmica, costuma ser uma fase mais simples de se realizar esse tipo de projeto, e mesmo assim podem ser que existam dúvidas: escolher o país, a instituição, o programa, o período, definir onde morar são etapas importantes para dar sentido e o melhor aproveitamento para esse investimento.

Escolher programas e projetos:

Esse é um dos passos iniciais. É preciso saber o que se pretende alcançar com essa viagem de estudos.  A partir disso é possível traçar um caminho, baseado nas aspirações e no que se deseja conquistar em seu projeto de vida. Existem vários tipos de programas: aprender ou potencializar a fluência em alguma língua, intercâmbios de especialização acadêmica, intercâmbio com trabalho remunerado e programas firmados diretamente com empresas pelo mundo.

Não existe um tipo melhor de programa ou projeto, depende do que você quer e do seu momento de vida.

Mobilidade acadêmica:

Neste post, nossa intenção é falar especificamente do intercâmbio durante a graduação no ensino superior. A possibilidade de fazer parte de sua graduação em outro país chama-se mobilidade acadêmica.

Verifique com sua instituição de ensino se ela possui acordos com instituições pelo mundo. Cada vez mais essa conexão existe e as oportunidades não param de aumentar. Pensando em um projeto de prazo ainda maior, é possível escolher uma instituição de ensino no Brasil avaliando que tipo de conexões com outras universidades pelo mundo ela oferece: avaliando as oportunidades existentes.

Se sua intenção é viajar para um país de língua inglesa, certifique-se de estar com seu inglês em dia, pois muitas vezes esse tipo de processo exige certificados de proficiência na língua. Saiba mais no nosso texto sobre o TOEFL e exames de proficiência. Fique atento, pois mesmo em muitos países onde a língua inglesa não é a oficial, o curso pode ser ministrado em inglês, ou o idioma exigido pela instituição de ensino.

Vantagens de realizar intercâmbio durante a graduação:

  • Você poderá ficar esse período fora sem prejudicar o avanço nos estudos, já que os créditos obtidos fora do país podem contar para sua graduação;
  • Fluência na língua e entrada no mercado de trabalho facilitada pelo domínio dessa habilidade;
  • Experiência fora do país é vista como um diferencial em processos seletivos;
  • Amadurecimento e independência, pois quando fora do país, ficamos expostos a diferentes situações que contribuem para o crescimento;
  • Conhecer pessoas e conexões que perduram para a vida inteira;
  • Conhecer novas culturas e formas de agir, que contribuem para a inovação e para ampliação do repertório – ainda dentro da universidade;
  • Contatos estabelecidos para um futuro mestrado ou doutorado.

Processos Seletivos:

Esses processos tem uma característica diferente dos realizados no Brasil. Além de comprovação acadêmica, as universidades querem conhecer melhor seus candidatos. Prepare-se para escrever muito sobre você, sua família, suas aspirações e pedir por cartas de recomendação sobre sua capacidade e atitude. Além disso, há diversos formulários pelo caminho.

Capriche no seu histórico escolar. As notas têm grande peso em todos os processos, por isso, ser um aluno com bom resultado acadêmico abre portas também em outros países.

Por fim, as atividades extracurriculares também são muito importantes. Esportes, artes, voluntariado e atividades sociais. Esse tipo de bagagem conta muito sobre quem você é para os selecionadores.

Top 7 – Países para Intercâmbios (com prática da língua inglesa):

1 – Estados Unidos: grande gama de universidades, algumas das melhores do mundo presentes no mesmo país.

2 – Canadá: mercado mais acessível, com ótimas universidades e boa qualidade de vida.

3 – Austrália: país com alto índice de empregabilidade.

4 – África do Sul: intercâmbio com ótimo custo benefício.

5 – Alemanha: qualidade de vida, cidades que equilibram bem as questões históricas com a modernidade. O inglês é usado como idioma oficial em muitas universidades.

6 – Irlanda: oportunidades de trabalho nas horas vagas.

7 – Nova Zelândia: ótimo clima e ambiente comunitário. Lugar perfeito para intercâmbios rápidos, de até 3 meses.

Passo a passo para organizar seu projeto de intercâmbio durante a universidade:

  1. Entenda o seu objetivo.
  2. Pesquise as opções disponíveis com ajuda de professores, funcionários da universidade e pessoas que já realizaram intercâmbios.
  3. Mantenha seu inglês em dia.
  4. Monte seu orçamento.
  5. Dispare suas inscrições para todas as opções selecionadas.
  6. Acompanhe os processos e já deixe engatilhados todos os processos burocráticos, como os vistos.
  7. Prepare-se para a viagem, organizando suas atribuições no Brasil.

A Talken está sempre junto aos seus alunos para tirar dúvidas, pesquisar e entender as melhores soluções para projetos como esses. Prepare-se para alcançar a fluência na língua e para encarar desafios dentro ou fora do Brasil com o inglês autêntico da Talken!

ASSINE NOSSO NEWSLETTER